23 de Julho de 2018
Mercado de Trabalho

5 dicas infalíveis para conseguir o trabalho remoto dos sonhos

Tudo o que você precisa saber antes de largar a vida de escritório e trabalhar em casa (ou onde você quiser)

A lista de motivos para seguir uma carreira de trabalho remoto tem constantes atualizações que só a fazem crescer. Existem inúmeras pesquisas que mostram que pessoas que trabalham remotamente são mais produtivas e felizes, elas não precisam perder tempo se deslocando para o escritório e podem usar esse tempo extra para estar com a família ou em outras atividades de lazer.

Como todas as novidades, existem controvérsias e adaptações. Em 2013, por exemplo, a política de trabalho remoto da empresa Yahoo mudou drasticamente porque foi comprovado que os funcionários não estavam de fato trabalhando. E muitas empresas ainda não possuem políticas claras para funcionários que não ficam todos os dias da semana no escritório.

Por isso, se você está procurando seu trabalho remoto dos sonhos, reunimos cinco dicas que podem te ajudar a evitar algumas ciladas e atingir seu objetivo.

Trabalho remoto é mesmo para você?

Antes de mais nada, faça esta pergunta a você mesmo: trabalho remoto é para você?

Sim, ter a oportunidade de trabalhar de qualquer lugar do mundo e sem amarras parece perfeito. Principalmente em um mundo cada vez mais globalizado, no qual você só precisa de um computador e conexão com internet. Mas não podemos ser idealistas e achar que a vida de trabalho remoto é perfeita.

É preciso considerar que trabalhar fora de um ambiente de escritório pode acarretar em momentos de interrupções constantes da sua vida pessoal, que consequentemente atrapalham o fluxo de trabalho. É preciso criar uma dinâmica que envolva muita (mas muita mesmo) disciplina e um lugar apropriado (e longe de distrações) para conseguir cumprir com as tarefas do dia a dia.

E se para você a socialização na hora do cafezinho é muito importante, pode ser necessário considerar trabalhar em um coworking ou fazer poucos dias de trabalho remoto na semana. Afinal, existem momentos de solidão no trabalho remoto. É preciso ter certeza de que você vai conseguir lidar com alguns dos contras e pormenores antes de entrar no mundo do trabalho remoto – por esse motivo, é importante ler o artigo até o final!

Organize-se!

A organização vai além de usar a ferramenta certa de produtividade ou ter uma mesa limpa para trabalhar. É preciso estar atento à legislação, à sua organização financeira e à sua rotina de trabalho.

Se você for funcionário de uma empresa sob as regras da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), as mudanças na legislação trabalhista continuam garantindo seus direitos como férias, décimo terceiro e aviso prévio, além de reconhecer a prática legalmente como “teletrabalho”. Mas fique atento, pois a lei não regulamenta carga de horas de trabalho semanais.

No entanto, se você for um prestador de serviços autônomo, a legislação trabalhista não se aplica e você precisa se informar e se responsabilizar por questões legais e tributárias do seu trabalho. Sem falar que, neste regime, o responsável por horário de trabalho, férias e décimo terceiro é você mesmo, e aqui a organização é novamente a palavra de ordem.

Networking

Trabalhar remotamente não é a mesma coisa que se transformar em uma ilha isolada do mundo corporativo. Pelo contrário, é importante se manter ativo em sua área, participe de eventos, workshops e summits. Mantenha-se conectado com pessoas do seu ramo e, principalmente, de sua empresa, se faça presente em happy hours e confraternizações.

As redes sociais também são suas grandes aliadas, além de serem seu principal cartão de visita (podem expor seu portfólio e suas conquistas profissionais) elas também permitem procurar e encontrar novos contatos profissionais e te manter conectado a empresas e pessoas do seu interesse. Além dessas práticas te ajudarem a se manter atualizado, também podem te deixar mais próximo das empresas que gostaria de trabalhar.

Onde encontrar?

Depois de ter o local perfeito, o planner engatilhado e os contatos certos, onde você encontrará o emprego remoto dos sonhos? O primeiro lugar a buscar, caso você esteja empregado atualmente, é dentro da sua própria empresa. Faça a lição de casa, traga números e mostre para os gestores que trabalho remoto não é mais uma tendência, é uma realidade com resultados positivos concretos.

Se o caso for começar do zero, procure empresas que estão alinhadas à filosofia do trabalho remoto: empresas de tecnologia, multinacionais, empresas de economia criativa e assim por diante. Você não encontrará seu trabalho remoto dos sonhos dentro de ambientes retrógrados e engessados, é preciso procurá-lo em lugares alinhados com pensamentos modernos e de vanguarda.

Por fim, se você quer se livrar de todas as amarras possíveis e ser um prestador de serviço, existe uma gama de hubs e sites para freelancers e consultores com ofertas de trabalhos pontuais que podem te ajudar a formar uma sólida carteira de clientes.

Troque experiências

Uma pesquisa recente nos EUA mostra que cerca de 53% das empresas americanas praticam o trabalho remoto pelo menos uma vez por semana com seus funcionários. Isso significa que tem muita gente trabalhando em casa, em coworkings ou em cafés. E essas pessoas possuem experiências, dicas e muita sabedoria a respeito do trabalho remoto.

Procure essas pessoas e converse constantemente com elas para se manter a par das tendências, para tirar dúvidas e para manter-se atualizado.

A verdade é que não existe fórmula mágica e nem caminho de tijolos dourados para o trabalho remoto dos sonhos. Cada um se adapta àquilo que melhor se encaixa à sua vida e sua rotina. Trocar experiências é enriquecedor e traz novos pontos de vista que podem facilitar seu trabalho.

Comentários