06 de Fevereiro de 2019
Carreira

Como começar seu plano de carreira em 2019 em 5 passos

O começo do ano é sempre uma ótima oportunidade para repensar sua carreira e quem sabe até mudá-la, mas para isso você vai precisar de um plano de carreira. Veja aqui nossas dicas!

Como você enxerga sua vida em 2019? Quais são seus planos, objetivos e estilo de vida ideal? Você é feliz com seu atual emprego? Se você não tem certeza das respostas para essas perguntas, talvez seja o momento ideal para pensar em um plano de carreira para o ano que acabou de começar!

Mas o que, exatamente, é um plano de carreira? Nossa mentora de carreiras, Andrea Tedesco, explica: “quando falamos em projeto de carreira, estamos falando em organizar as nossas ações para atingir aquilo que desejamos em nossa vida pessoal e profissional”.

Segundo a mentora, é preciso ter uma visão holística, “a carreira faz parte da nossa vida e de quem somos, por isso as escolhas profissionais que fazemos precisam ser em prol do estilo de vida que queremos também”.

É preciso, de acordo com Andrea, primeiro ter em mente qual é seu “futuro preferido”, para depois desenhar o que você precisa fazer para alcançá-lo e quais são as melhores escolhas para este caminho.

No Brasil, não falamos muito em plano de carreira até a hora que as coisas começam a ficar difíceis e uma recolocação profissional é necessária. É muito comum ver executivos experientes buscando orientação.

No entanto, não importa em qual estágio você está de sua vida profissional, se você acabou de sair da faculdade ou está há anos na mesma empresa, é sempre hora de pensar se sua carreira te proporciona a melhor vida que você espera.

1. Conecte-se com você mesmo

É por esse motivo que o primeiro passo para começar um plano de carreira é parar e se reconectar com você mesmo. Pergunte-se questões simples como “o que é qualidade de vida para você?”, e reflita até entender quais são os motivos que estão te levando a querer um novo caminho profissional.

Para Andrea Tedesco, é importante tornar-se consciente desse processo, entender suas motivações e ter clareza do lugar onde se quer chegar. Só assim, de cabeça limpa e com a certeza do que se quer, é que você está pronto para iniciar seu projeto, pois essa pode ser uma árdua caminhada.

3. Entenda o mercado no qual quer atuar

Se você decidiu que quer ser empreendedor, profissional autônomo, trabalhar com gestão ou programação, o próximo passo é pesquisar, estudar e entender o mercado de trabalho no qual pretende atuar.

Quais cursos as pessoas que estão nessa área fizeram? Qual é a taxa de empregabilidade ou a rotatividade de funcionários nas empresas? Qual o perfil de quem está empregado e ganhando o salário que você almeja? Essas são só algumas perguntas a se fazer, o importante é ir fundo em suas pesquisas e reunir o máximo de informações.

3. Quando é hora de pedir ajuda com seu plano de carreira?

Os dois primeiros passos são fáceis de completar sem ajuda, mas agora chega o momento de analisar se você precisa de um mentor ou consultor de carreiras. Isso é muito importante, pois definirá todo o seu projeto.

Existem pessoas que possuem um grande autoconhecimento e capacidade de autoanálise, sabem exatamente seus pontos fortes e fracos. Para elas, é mais fácil finalizar o plano de carreira sozinhas. Mas se você não tem certeza ainda do que está buscando ou se passou por um momento profissional difícil, não hesite em procurar um especialistas para te ajudar. Cada especialista possui diferentes técnicas e bagagens, mas no fim do dia seu objetivo é ajudá-lo a encontrar seu “futuro preferido” e os caminhos para alcançá-lo.

4. Qual é sua marca pessoal?

Um dos pontos principais na construção do seu plano de carreira é se enxergar como uma empresa e ter uma marca, porque no fim do dia você é sua empresa. De acordo com Andrea, “quando você passa por uma entrevista de emprego, está passando por uma negociação na qual você vende seus serviços e seu tempo em troca de um espaço que te ajude a crescer e se desenvolver”.

Esse é um dos passos mais difíceis, ainda segundo nossa mentora de carreiras, pois é o que mais exige autoconhecimento e confiança. Para ela, o perigo está em não se conhecer bem o suficiente nem saber com clareza seu objetivo e acabar fazendo “escolhas insustentáveis”.

É comum que nessa etapa, quando o profissional está buscando oportunidades de emprego, acabe escolhendo espaços e empresas que não auxiliarão em seu desenvolvimento e, portanto, na busca pelo “futuro preferido”. Levando o plano de carreira por água abaixo.

Nesses casos, Andrea enfatiza alguns exercícios importantes como saber quais são seus valores, entender o que está te ajudando e o que está atrasando a chegada em seus objetivos. Saiba qual seu nível de satisfação em todos os aspectos da sua vida e como mudá-los. Afinal de contas, é impossível criar sua marca sem saber quem você é.

5. Planejamento estratégico

Esta está longe de ser a última etapa de um plano de carreira, porque ele não acaba nunca. Mas essa dica é crucial para te ajudar a manter-se no caminho e a conseguir manter-se em seu objetivo quando chegar lá.

O planejamento estratégico nada mais é do que definir um passo a passo detalhado de ações que precisam ser tomadas para alcançar seu objetivo. Toda a pesquisa feita anteriormente, todas as conversas com pessoas do mercado e do nicho que você almeja, todas as definições sobre seu futuro convergem no planejamento.

Esse é o momento de analisar as qualidades que você já possui, quais ferramentas precisa adquirir e qual estratégia irá adotar para construir seu road map. Sempre tendo em mente seu objetivo.

Esse é só o começo

Os cinco passos acima, como já mencionado, são apenas o começo da transformação na sua carreira. Eles são o empurrão necessário para que você aja em relação à sua carreira e seus sonhos. “Sem atitude e ação não existe plano de carreira”, conta Andrea Tedesco, que complementa dizendo que este planejamento é para toda a vida, “estamos sempre criando novas metas e novos objetivos para seguir”.

Aqui, na Digital House, oferecemos mentoria de carreira para todos os nossos alunos e você pode bater um papo com a própria Andrea e descobrir qual o melhor projeto para o seu futuro preferido.

Comentários