15 de Janeiro de 2019
Gestão de Negócios

Como implementar as Técnicas de Pesquisa de Usuários (User Research) certas para o desenvolvimento do seu produto

Existem muitos tipos diferentes de pesquisa que você pode fazer para conhecer melhor seu usuário, mas qual é a melhor para cada etapa do seu negócio?

A verdade que muitas empresas nem sempre gostariam de admitir é que você nunca conhece seus usuários o suficiente, por mais que você tenha todos os dados demográficos e comportamentais à mão, Pesquisas de Usuários nunca são ultrapassadas e desnecessárias, afinal, você sempre pode aprender algo novo com os seus consumidores.

Mas com tantas técnicas e tipos diferentes de pesquisa, pode ser confuso saber quais são as melhores para o desenvolvimento do seu produto. Um das formas mais difundidas para saber qual técnica aplicar foi desenvolvida pelo VP de Design da Capital One e PhD pela Stanford University, Christian Rohrer, usando um simples diagrama com três “momentos” e que contempla vinte métodos de pesquisa de usuários:

  • Atitude (opinião) x Comportamento (uso)
  • Qualitativo x Quantitativo
  • Contexto de uso
Métodos de pesquisa de usuários

Fonte: https://www.nngroup.com/articles/which-ux-research-methods/

A primeira impressão do diagrama pode não ser muito boa, mas para entendê-lo melhor basta compreender os eixos. Não vamos focar aqui em explicar o que cada técnica de pesquisa de usuários é ou faz, mas sim quando é melhor usá-las.

Atitude e Comportamento

Existe uma clara diferença entre o que as pessoas pensam e dizem entre o que elas de fato fazem. E isso também vale para interação com produtos e serviços. No diagrama, o eixo vertical (attitudinal x behavioral) mostra exatamente isso.

Técnicas de pesquisa como estudos de campo, testes em ambiente controlado ou laboratório e testes A/B estão ligados à resultados que falam mais sobre o comportamento e o uso do produto. Enquanto isso, feedbacks do consumidor, formulários e surveys, grupos foco e entrevistas estão relacionadas à opiniões sobre o produto, lembrando que nesse eixo nem sempre o usuário de fato interagiu com o serviço, mas ele pode ter algo a dizer sobre isso mesmo assim, principalmente se ele for um usuário em potencial ou corresponder às características demográficas do público-alvo.

Qualitativo e Quantitativo

O eixo horizontal do diagrama parece apresentar uma diferença óbvia, no entanto, engana-se que a diferença está somente em números e dados, está também nos métodos de extração dos dados. Sim, a área “Quantitativo” envolve um grande volume de dados que são coletados indiretamente, ou seja, sem contato direto com o consumidor – e esta é a principal diferença – através de ferramentas de análise (como Google Analytics), surveys e formulários. Aqui, perguntas do tipo “quanto?” ou “quantas?” são respondidas. Por exemplo, quantas pessoas indicariam este produto para os amigos?

Quanto às pesquisas de cunho qualitativo, elas envolvem observação de ações e reações, além de contato direto com o usuário para investigar comportamentos e opiniões. Dificilmente os dados coletados podem ser traduzidos matematicamente e envolvem mais “insights” do que análises objetivas. Perguntas como “por quê?” e “como consertar?” são mais facilmente respondidas com técnicas de pesquisas de usuários que estão nesse lado do eixo horizontal.

Contexto de Uso

O último momento do diagrama de Rohrer envolve os símbolos coloridos na imagem e suas respectivas legendas. Cada cor corresponde a um tipo de interação que o usuário teve (ou não) com o produto.

Na imagem, as pesquisas indicadas pelo símbolo de cor verde são aquelas que envolvem um uso natural e espontâneo do produto; o símbolo de cor rosa está relacionado a pesquisas em ambientes controlados, geralmente laboratórios, sendo o uso do produto direcionado e roteirizado; o triângulo alaranjado está relacionado a pesquisas e estudos de uso descontextualizado ou sem uso algum do produto; por fim, o símbolo azul corresponde a pesquisas que possuem formas híbridas de uso, como testes de conceito e desejabilidade.

Sendo assim, para saber qual técnica de pesquisa de usuários você deve usar, é preciso entender qual etapa e momento de desenvolvimento o seu produto está e entender o que você quer descobrir a respeito do seu usuário. Se você quer descobrir o que o motivaria a realizar a compra, escolha uma pesquisa que esteja na parte inferior do diagrama. Mas se você quer investigar se as características atuais do produto atendem às expectativas dos usuários, procure as técnicas que envolvem o símbolo ver e estejam à esquerda no diagrama, e assim por diante.

Comentários