18 de Janeiro de 2019
Empreendedorismo

Como mapear e gerenciar riscos dentro do desenvolvimento do seu produto

Incertezas fazem parte do dia a dia de um projeto, mas se não ganharem a devida atenção podem tornar-se ameaças para seu negócio

Todo produto ou serviço possui riscos, desde sua gênesis. E é irresponsável pensar o contrário ou que isso não precisa ser tratado ainda durante o desenvolvimento de sua ideia. Procrastinar o gerenciamento de riscos é algo que pode colocar uma data de validade em seu negócio, ao passo que o mapeamento dessas possíveis dificuldades ainda na fase de elaboração pode garantir a longevidade de seu produto.

Para conseguir projetar e prevenir riscos da melhor maneira, a palavra de ordem do seu projeto deve ser “planejamento”. Vale destacar que projeções não são o mesmo que previsões acuradas do futuro, seu objetivo não é ter uma bola de cristal, mas sim reunir o máximo de informações possível para conseguir minimizar incertezas – a mãe de todos os riscos.

Incertezas, no entanto, fazem parte do dia a dia do desenvolvimento de qualquer produto. E vão continuar fazendo parte do cotidiano de sua empresa depois que seu projeto sair do papel. Mas o importante é não deixar que as incertezas se transformem em riscos que, por sua vez, rapidamente podem virar ameaças se não forem gerenciados.

A maneira de fazer isso é mais simples do que você imagina, o importante é reunir o máximo de informações possíveis e isso pode ser feito através de métodos de análise de riscos. Afinal de contas, é muito mais fácil prever e gerenciar riscos conhecidos do que desconhecidos. Portanto, confira alguns desses métodos:

  • PMBOK e Matriz de Riscos
  • CPM
  • Análise Swot
  • PERT
  • Simulações de Monte Carlo
  • Reuniões antecipativas
  • FMEA
  • Checklist
  • Teoria das Restrições

Aplicando um ou alguns desses métodos, será muito mais fácil mapear, gerenciar e até prevenir riscos. Mas não abandone essas análises depois da fase de desenvolvimento. Incertezas e riscos continuarão surgindo em seu cotidiano e nas próximas etapas do seu projeto.

Quer saber mais? Descubra como melhorar sua produtividade usando metodologias ágeis.

Comentários