17 de Outubro de 2018
Marketing Digital

Como montar uma persona para o seu negócio?

Mais do que somente definir um público-alvo, uma persona pode ser uma estratégia decisiva para sua marca

Um dos desafios de montar um negócio é saber quem é seu público, para quem você vai vender sua ideia ou seu serviço. Afinal, sua empresa não existe sem alguém interessado no que você tem a oferecer. Uma maneira prática de resolver essa problema é criando uma persona.

A criação de uma persona envolve desenvolver uma personagem que vai representar seu público-alvo, levando em consideração muito mais do que apenas idade, geolocalização e poder de compra. Uma persona baseia-se também em comportamento, motivações, objetivos, desafios e preocupações.

Para conseguir construir uma persona para sua marca é preciso ter contato com seu público-alvo e carteira de clientes, caso ela já exista. É importante dar importância ao que os clientes tanto satisfeitos quanto insatisfeitos têm a dizer sobre sua empresa e seu produto.

A criação de uma persona vai permitir ações de marketing mais pontuais e certeiras, deixando sua estratégia muito mais efetiva, pois é possível entender não só quem é seu cliente, mas o que ele quer e precisa.

O time de vendas, além da área de Marketing, também se beneficia desse processo, pois a existência de uma persona deixa mais natural o contato com a marca e os produtos oferecidos, criando a oportunidade de estabelecer um relacionamento de longo prazo com o consumidor.

Montando uma persona

Agora que você já entendeu o que é uma persona e como ela pode ajudar seu negócio, está na hora de aprender de fato como montar uma persona para fortalecer sua estratégia de marketing.

O primeiro passo para criar uma persona é a pesquisa. Faça perguntas para você mesmo sobre quem é essa persona, coloque-se no lugar do seu cliente: o que esta pessoa está buscando? Por quais assuntos ela se interessa? Quais são os problemas que enfrenta no dia a dia e quais soluções você pode oferecer?

E também faça perguntas para seu público potencial, crie formulários e surveys online. Eles têm baixo custo e alto alcance. Converse também com os usuários presentes em suas redes sociais, fique atento ao que eles comentam e com qual frequência, quais são as outras páginas que eles curtem e interagem.

Uma prática comum ao criar as personas é dar um nome e às vezes até uma representação gráfica, como um cartoon, para representá-las. Isso facilita as discussões internas que têm a persona como pauta, por exemplo, “será que o João se interessa mais por esportes ao ar livre ou por games online?”.

Como personas não podem ser criadas baseadas em palpites, uma das maiores dicas sobre como montar uma persona é criar uma lista de perguntas que devem ser feitas sobre seu consumidor alvo. Abaixo, listamos alguns exemplos de informações e dados que são cruciais para começar a criar sua persona:

  • Quais são as principais características físicas do seu cliente em potencial? Idade, gênero, geolocalização, profissão?
  • Quais são as principais características psicológicas? Hábitos, estilo de vida, expectativas e frustrações?
  • Por quais assuntos seu cliente se interessa?
  • Quais mídias e tecnologias que ele usa?
  • Como ele se informa no dia a dia? Quais veículos ou canais ele utiliza?
  • Quem influencia suas decisões?
  • Quais são seus objetivos, suas dificuldades e desafios?
  • Quais são seus hábitos de compra e quais são os critérios que o fazem fechar a compra?
  • Em qual momento da jornada do consumidor seu cliente está?

A lista acima é somente um exemplo, você pode incluir outras perguntas e informações que acredita serem relevantes sobre sua persona, adaptando-as ao seu segmento e à sua empresa. Mas é fato que responder a estas perguntas ajudará – e muito – na construção de um público-alvo certeiro. Use-as também para fazer pesquisas de mercado com seu público potencial. E agora você está pronto para uma estratégia de marketing mais forte e objetiva.

Comentários