16 de Fevereiro de 2018
Digital House

Cresce em 60% o download de aplicativos móveis

O dado surge da comparação entre os anos de 2015 e 2017. Nesse artigo você vai saber quais são as categorias de maior e menor sucesso no universo dos aplicativos.


O mercado dos aplicativos continua crescendo e para este ano espera-se que as lojas de aplicativos de todo o mundo ganhem de mais de 110 bilhões de dólares, segundo estimativas recentes da App Annie. A fonte também aponta que o tempo que as pessoas passam utilizando aplicativos cresceu 30% entre os anos de 2015 e 2017. A dedicação média de uma pessoa a um aplicativo é de 43 dias por ano, e o número de downloads cresceu 60% no mesmo período citado.

Uma publicação da empresa Flurry indica que a categoria de aplicativos de lifestyle é a menos utilizada pelas pessoas, enquanto os videogames experimentaram uma baixa inter-anual de 16% (entre 2016 e 2017). Outros aplicativos, cuja taxa de uso caiu, foram os relacionados à personalização, esportes e fotografia. Por outro lado, as categorias que mais cresceram foram as de compras, música, entretenimento, negócios e finanças. O destaque fica por conta dos aplicativos de e-commerce, que tiveram um aumento de 54% em utilização entre 2016 e 2017, o que significa que os consumidores se sentem cada vez mais confortáveis para realizar compras através de seus dispositivos móveis.

Para gerar esses relatórios, foram rastreados mais de um milhão de aplicativos em 2.600 milhões de dispositivos no mundo inteiro, em 2017. Um dado curioso é que não foram informados dados sobre uso de aplicativos de mensagens ou redes sociais.

A App Annie estima que nos próximos meses os usuários irão gastar 30% a mais nas lojas de aplicativos, superando o valor de 110 bilhões de dólares. Além disso, estima-se que essa indústria irá crescer cerca de 380% entre os anos de 2016 e 2021.

Um último dado curioso é que enquanto os fabricantes de Android representaram um terço dos dispositivos ativos em 2017, os usuários do sistema iOS são os mais predispostos a investir dinheiro em aplicativos.