11 de Julho de 2019
Desenvolvimento Mobile Android

O que preciso saber para desenvolver um aplicativo

Não basta ter uma ideia incrível para um app, é preciso conhecer o caminho das pedras

Você consegue passar um dia de sua vida hoje sem abrir um aplicativo sequer no seu celular? Viramos quase reféns de apps, eles nos ajudam a organizar nossos compromissos, nos ajudam a manter foco na dieta ou na academia, nos conectam com amigos e até nos lembram de beber água.

Além disso, o mercado de aplicativos ainda tem muito espaço para crescer e agregar novas ideias. Muito mudou e continua mudando desde que surgiu o primeiro smartphone. Hoje, 92% dos brasileiros possuem ou usam um smartphone com frequência.

Mas existem algumas coisas que você precisa saber antes de desenvolver um aplicativo e mergulhar de cabeça nesse competitivo mercado.

Uma boa ideia

Para desenvolver um aplicativo, você primeiro precisa de uma boa ideia, mas não pode ser só boa, também precisa ser atrativa e rentável. Além de ser uma boa ideia, por que as pessoas fariam o download ou comprariam seu aplicativo?

Antes de começar o desenvolvimento, é preciso saber se há uma demanda sustentável de curto, médio e longo prazo para sua ideia. Converse com pessoas ao seu redor e faça pesquisas com seu possível público-alvo antes de investir tempo e dinheiro em algo que pode acabar morrendo na praia. Aproveite para ler: programação, para onde ir, afinal?

Faça você mesmo

A melhor maneira de desenvolver um aplicativo é fazendo você mesmo ou contratando uma equipe de desenvolvedores competentes e com experiência para trabalhar isso. Quando você “faz em casa”, fica mais fácil encontrar erros no desenvolvimento e corrigi-los rapidamente, principalmente nas fases de teste antes do lançamento.

Se você optar por colocar as próprias mãos na massa, vai precisar aprender a programar usando a linguagem de programação do sistema operacional que o aplicativo for rodar: iOS ou Android. Saber sobre lógica de programação e banco de dados também é importante.

Para ganhar dinheiro

De nada adianta desenvolver um aplicativo incrível, com um excelente conceito e usabilidade dos sonhos se ninguém souber a respeito. Por isso é preciso investir em uma estratégia de marketing sólida que consiga responder à uma simples pergunta: por que as pessoas precisam do seu app?

Em paralelo, você precisa definir qual será sua estratégia de monetização. A não ser que seu app seja só algo divertido que você fez sem esperar nada em troca, acreditamos que você gostaria de ser recompensado pelo seu trabalho.

De acordo com a sua ideia, defina qual o melhor plano de monetização: um app pago, anúncios ou itens que você comprar dentro do aplicativo? Sua estratégia envolve gamificação ou você venderá planos para assinantes ganharem vantagens em relação aos usuários gratuitos?

Teste, refaça e corrija

Antes de lançar o aplicativo, faça muitos testes. Lance uma versão beta para um público pequeno, faça pesquisas de usabilidade, peça feedbacks e insights. Você nunca conseguirá lançar um produto 100% livre de bugs ou problemas, mas você pode se esforçar para chegar o mais próximo disso.

Assim, quando o aplicativo de fato for lançado, você já terá antecipado inúmeros problemas e estará trabalhando neles para a próxima atualização.

O trabalho não termina aqui

Falando em atualização, está muito enganado quem pensa que o trabalho termina depois que a última linha de código é escrita. Depois do lançamento do aplicativo, é preciso ficar atento aos comentários dos usuários para propor melhorias e fazer atualizações.

Com as constantes atualizações nos sistemas operacionais dos celulares, que vêm com cada novo modelo lançado, é preciso manter seu aplicativo compatível e operante.

Comentários