12 de Setembro de 2018
Digital House

Recruiting Day – Evento de recrutamento da Digital House

No dia 05 de setembro, nosso campus esteve ocupado por mais de 30 empresas participantes do Recruiting Day – evento de recrutamento promovido pela Digital House para os alunos – que vieram selecionar profissionais recém formados para suas vagas. Ao todo, foram mais de 300 entrevistas e cerca de 500 vagas disponíveis. Saiba o que rolou

Descontraído e objetivo: assim foi o primeiro Recruiting Day da Digital House Brasil que aconteceu na última semana. Pensado para conectar os nossos alunos ao mercado de trabalho, o evento – que já é um sucesso na sede argentina – reúne empresas que estão com vagas abertas nas áreas de tecnologia para “disputarem” os alunos para suas vagas. Nesta primeira edição, as oportunidades estavam mais direcionadas aos alunos de Marketing Digital, Programação Web Full Stack e Programação Mobile Android – primeiras turmas a se formarem por aqui.

Para conquistar os candidatos e transmitir a cultura da empresa, os recrutadores fizeram um pitch contando como é trabalhar na corporação, além de trazerem brindes que promoviam aproximação com a marca, como broches, adesivos e até brigadeiro!

Mais de 500 vagas estavam disponíveis entre as 36 empresas participantes (entre elas, Movile, Beijaflore, BTG Pactual, Zôdio, IBM, entre outras) e mais de 300 entrevistas foram realizadas.

A ideia era ser um bate-papo de apresentação para selecionar os alunos que seguiriam para as próximas etapas do processo seletivo. Quem circulava pelos corredores, percebia a disposição e empolgação das empresas em encontrar profissionais qualificados para suas atividades e a descontração dos alunos candidatos: camiseta, tênis, mochila e muita vontade de se inserir no dia a dia de um profissional de mercado. “É a primeira vez que participo de um processo de entrevista mais leve e descontraído, que mais se parece um bate-papo. Fiquei mais à vontade e confiante”, conta um aluno que já havia conversado com os recrutadores de algumas empresas.

Os mais tímidos e os que nunca haviam participado de uma entrevista puderam contar com o incentivo e ajuda de professores que o acompanharam durante todo o curso e da mentora de carreiras Andrea Tedesco.

E falando na mentora de carreiras, todo esse clima leve e confiante é muito influenciado pelo serviço de mentoria que os alunos da Digital House têm acesso durante o curso para se preparar para o mercado de trabalho. “Quem participa da mentoria, tem outro olhar sobre o processo de entrevista. Ele se apresenta diferente, se posiciona diferente e entende que é um jogo de duas vias: ‘eu preciso atender aos objetivos da empresa, mas a empresa também precisa atender aos meus objetivos’. E ele começa a fazer perguntas e construir um raciocínio que o leva pra caminhos mais satisfatórios”, conta Andrea.

Essa diferença é percebida principalmente pelos recrutadores que elogiaram o perfil dos alunos e comentaram sobre o nível de preparo que foi demonstrado nas conversas tanto em relação à forma como se apresentaram e conduziram o bate-papo, quanto aos conhecimentos técnicos que adquiriram no curso em tão pouco tempo.

“É bonito ver como o nosso propósito tem se cumprido. Você circula pelo co-learning e o que há 8 meses ainda era um prédio em formação, hoje é um hub que conecta os profissionais ao mercado, que atende as necessidades dos nossos alunos e das empresas que buscam talentos… Tudo o que a gente falava lá atrás, quando a escola ainda estava se formando aqui no Brasil, está sendo cumprido e dá pra ver a satisfação nos olhos dos alunos que estão participando das entrevistas”, relatou o CEO da Digital House Brasil, Carlos Alberto Júlio.

Ao longo do mês, Andrea Tedesco continuará acompanhando de perto o andamento dos processos seletivos para saber como os alunos performaram e quantos foram contratados.

A sensação que fica nos alunos e nas empresas que participaram é de satisfação: o feedback de muitas empresas é que encontraram aqui talentos mais preparados e qualificados para as posições que buscavam do que têm encontrado no mercado e que o fato dos alunos terem um portfólio com projetos que desenvolveram durante o curso traz credibilidade ao candidato e, em contrapartida, este se sente mais confiante.

Do ponto de vista dos alunos, o evento é uma grande porta de entrada ao mercado de trabalho, além de ajudar a entender como aplicar os conhecimentos adquiridos nas trilhas de mentoria de carreira na hora da entrevista. “Mesmo que eu não seja contratado agora, eu já sei o que possivelmente vão querer saber sobre mim e sobre as minhas habilidades quando eu me candidatar para uma vaga na área”, conta outro participante.

Quer saber mais sobre os cursos da Digital House? Acesse aqui.

Comentários